21 de novembro de 2008

Do It Again - The Chemical Brothers

museu-guggenheim New York

quero tantoooo...

cidade


pode parecer estranho para alguns.. mas preciso de saborear as luzes e beber a confusão da cidade.. grito silenciosamente por isto..

Adriana Partimpim - canção da falsa tartaruga



esta musica só me faz lembrar os meu queridos primos mais novos!! carro cheio a caminho da praia e tudo a cantar muiiiiito alto QUE BELA SOPAAAA OPAAAA! são estes momentos que me fazem pensar que vale a pena!!OPAAA

dias de luta dias de gloria



Na minha vida tudo acontece
Mas quanto mais a gente rala, mais a gente cresce
Hoje estou feliz porque sonhei com você
E amanhã posso chorar por não poder te ver
Mas o seu sorriso vale mais que um diamante
Se você vier comigo aí nós vamos a diante
Com a cabeça erguida,e mantendo a fé em Deus
O seu dia mais feliz vai ser o mesmo que o meu

A vida me ensinou a nunca desistir
Nem ganhar, nem perder mas procurar evoluir
Podem me tirar tudo que tenho
Só não podem me tirar as coisas boas que eu já fiz pra quem eu amo
E eu sou feliz e canto e o universo é uma canção eu vou que vou!

Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória (4x)

O minha gata, molhada dos meus sonhos
Todo dia, se pudesse eu estar com você
Já te via muito antes nos meus sonhos
Eu procurei a vida inteira por alguém como você

Por isso eu canto minha vida com orgulho
Com melodia, alegria e barulho
Eu sou feliz e rodo pelo mundo
Sou correria mas também sou vagabundo

Mas hoje dou valor de verdade pra minha saúde, pra minha liberdade
Que bom te encontrar nesta cidade
Esse brilho intenso me lembra você

Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória (4x)

Hoje estou feliz, acordei com o pé direito
E vou fazer de novo, vou fazer muito bem feito

Sintonia,
telepatia,
comunicação pelo cortex
Bum,Bye-Bye.

20 de novembro de 2008

preciso

preciso de movimento, de luzes, de cheiros, de vozes, de gritos, de abraços, de contacto, de barulho, de confusao... preciso de ti.. preciso de estar noutra cidade noutro mundo com outras pessoas..

sensaçoes



BRUTAL

Lux


HOJE ... ultima noite de 10X10 no LUX com 2MANYDJS!

gritar


apetece.me griiiiiitar... é pena nao ser permitido..
na minha vida há vários momentos assim, ultimamente têm sido demasiados.. só me apetece gritar, bater, fugir, agora estou num deles...

Peter William Holden Presents "Arabesque" a kaleidoscopic kinetic sculpture


encontrei esta instalação num blogue e fiquei de boca aberta com o tão brutal que é..

publicidade da pepsi contra a coca-cola



porque estes anúncios infelizmente não podem passar em Portugal, aqui esta um grande exemplo das famosas batalhas pepsi/coca.cola... enjoy..

ana moura - aconteceu

movie

ui


(não costumo gostar de bonecos mas... achei piada..)

pintura



para ficar aqui um "pedaço" de mim apresento.vos, não posso dizer preferido pois com 20 anos penso que não se pode ter uma cultura suficientemente grande para destacar alguém... mas por enquanto é o meu pintor de eleição .. Jackson Pollock.. não me perguntem o porque, pois não sei... ( PORQUE?! é a pergunta mais difícil)
Pollock desenvolveu um estilo de pintura iniciado por Max Ernst, que se dá pelo nome de dripping, pintava com a tela sobre o chão de modo a sentir.se dentro das suas obras de arte.


convido todos os leitores (se é que existem) a ver o filme "Pollock" dirigido por
Ed Harris.
sinopse:
Em agosto de 1949, a revista Life publicou em sua capa uma manchete dizendo: "Jackson Pollock: Será ele o maior artista vivo dos Estados Unidos?". Já conhecido no mundo da arte de Nova York, Pollock agora passava a ser conhecido nacionalmente como a primeira celebridade americana no mundo das artes plásticas e seu estilo corajoso e radical de pintura ditava os rumos da arte moderna. Mas os tormentos que atingiam Pollock em toda sua vida e que o ajudaram no início de carreira a criar sua arte original começaram a afligí-lo cada vez mais. Lutando contra si mesmo, Pollock entrou então numa espiral decadente que fez com que destruísse seu casamento, sua promissora carreira e sua própria vida.

19 de novembro de 2008

ervilha

não sei bem como começar.. talvez um OLA fique bem..
porque um blogue?! nem eu sei, ultimamente tenho andado neste mundo virtual e cheguei a uma conclusão.. porque não arriscar?! dei por mim a pensar que podia construir o meu próprio cantinho neste mundo. por enquanto não sei se vou contribuir muito. vamos ver com o tempo.
porque ervilha?! porque gosto, porque é verde, porque e redonda, porque sim.. nao sei explicar o porque, só sei que com tantos nomes de blogues é dificil escolher um para mim, a minha imaginação não dá para tanto.
gosto muito de escrever mas tenho uma certa vergonha de mostrar, quando em miuda nas aulas de lingua portuguesa pediam para escrever textos eu entrava logo em extase mas tinha uma enorme dificuldade em entrega.los pois a ideia de que outra pessoa estava a ler o que escrevi só de pensar arrepediava.me.. enfim.. este blogue vai ser um desafio à minha timidez.. vamos lá ver se supero este pequeno grande problema.. vamos ver por quanto tempo me aguento aqui..